5 de ago de 2016

Hangar - Stronger Than Never




Nota: 8,00

O Hangar é um sobrevivente da cena Heavy Metal brasileira,  atravessando dificuldades imensas em um país que a cultura de massa é bem diferente do estilo da banda, é louvável que os esforços dos caras se concretizem em grandes discos, e felizmente, Strong Than Never simboliza mais capitulo vitorioso dentro dessa longa jornada.

O quarto disco de inéditas foi precedido por uma coletânea com quatro músicas novas que apresentavam o vocalista Pedro Campos e o retorno do guitarrista Cristiano Wortmann, em meio a pré produção o guitarrista Eduardo Martinez deixa a banda, e como um quinteto, contando com Nando Mello no Baixo, Fabio Laguna nos teclados e Aquiles Priester na bateria, Strong Than Never marca uma nova fase.

O novo petardo mantém  identidade construída desde o excelente The Reason Of Your Conviction, se estruturando em um Power/Prog recheado de influências pesadas e com momentos de suavidade e certa delicadeza.  Esses contrastes se evidenciam e reforçam a sonoridade do Hangar, sempre deixando claro que apesar do grande destaque e protagonismo de Aquiles não se ofusca a sensação de trabalho de grupo.

Quando Reality Is A Prison começa a tocar já notamos a maturidade da nova fase, com um prog power calcado em riffs pesados de Wortmann e nos vocais excelentes de Pedro Campos, seguindo a linha da abertura The Revenant é embalada pelos ótimos trabalhos de Aquiles e Laguna, a dupla de bateria e teclado se alternam como triggers sonoros, ótima sacada.

Viajando de volta a 2007, Forest Of Forgotten poderia estar em TROYC, peso, angustia, vocais dramáticos e andamentos sincopados, a dupla formada pela progressiva A Letter From 1997 (MHJ) e a balada Just Like Heaven suavizam o peso e descontraem com belos arranjos calcados em grandes melodias, ecletismo e bom gosto falam alto.

The Silence Of Innocent é ditada pelo groove poderoso do baixo de Nando Mello que desemboca em um tema progressivo e razoavelmente exibido graças a grande perfomance dos músicos,  mais uma vez a dupla Aquiles/Fabio Laguna se destacam na intro de Beauty In Disrepair, as linhas vocais e melodias remetem a Infalible porém com mais vigor advindo das guitarras de Wortmann que adicionou mais potência a banda em todo o disco.

Para fechar, We Keep Running The Curse é o ponto baixo do trabalho, com melodias excessivamente repetitivas, sem adicionar nada ao trabalho, a escorregada é compensada com a potência de Hangar Of Hannibal, que descarrega peso e tem Aquiles Priester empolgado com uma levada de bateria brutal, Pedro Campos não deixa pedra sobre pedra explorando sua potente voz e seus drives perfeitos.

O saldo final de Strong Than Never é muito positivo, o Hangar alcançou um patamar digno de aplausos e conseguiu ser muito autêntico mesmo dentro de um estilo que atravessa uma seca criativa. Essa á a prova de que o talento e a experiência dos músicos envolvidos 
faz a diferença. 

Reality Is A Prison 




Strong Than Never (2016)


  1. Reality Is A Prison
  2. The Revenant
  3. Forest Of Forgotten 
  4. A Letter From 1997 (MHJ)
  5. Just Like Heaven
  6. The Silence Of Innocent
  7. Beauty In Despair
  8. We Keep Running The Curse
  9. The Hangar Of Hannibal
  10. Just Like Heaven (Acoustic)
A Banda

Aquiles Priester (Bateria)
Cristiano Wortmann (Guitarra)
Pedro Campos (Vocal)
Nando Mello (Baixo)
Fabio Laguna (Teclados)


Postar um comentário