12 de ago de 2016

Denner/Sherman - Masters Of Evil




Nota: 7,5

O talento aliado ao bom gosto e uma  dose de simplicidade são suficientes para se fazer um bom disco de Heavy Metal Tradicional, entretanto quando colocamos dois dos maiores guitarristas do estilo como protagonistas, as coisas ficam ainda mais interessante, Hank Sherman e Michael Denner fizeram fama e construíram um grande legado no Mercyful Fate, e agora estão juntos novamente em um novo projeto dão continuidade a essa ótima trajetória.

Batizado de Denner/Sherman o projeto conta ainda com o vocalista Sean Peck (Ex-Cage) o Multi instrumentista Snowy Shawn na bateria e com o baixista Marc Grabowski, Masters Of Evil é o primeiro full leght da banda e apresenta uma sonoridade que se aproxima aos clássicos Melissa (1983) e Don't Break The Oath (1984) do Mercyful Fate, ou seja, Metal Tradicional com toques ocultistas nas letras e vocais que alternam momentos entre tons médios e fortes agudos.

Os riffs marcantes, duetos inspirados e solos alucinantes ditam todo o trabalho, como na abertura com a potente Angel's Blood, um alento para os fãs do finado Mercyful Fate, som tradicional recheado de melodias empolgantes, Son Of Satan começa com um coro macabro e uma levada mid tempo com andamentos quebrados até desembocar no som tradicional com bons vocais de Sean Peck que lembra um pouco Tim Ripper Owens.

A produção deixa a desejar, um pouco embolada tirando definição de alguns timbres, principalmente da caixa de bateria, mas isso não ofusca o brilho da ótima The Wolf Feeds At Night, e seu inicio alucinante, méritos para Denner e Sherman que pilotam as seis cordas com muita desenvoltura, e Peck que muda bastante seu estilo vocal, hora se aproximando de Ozzy Osbourne, em The Pentagrama And The Cross, somos transportados para os tempos áureos do Mercyful Fate, riffs hipnotizastes e um grande refrão.

O solo inicial de Michael Denner embalam a faixa título Masters Of Evil que pega carona na bateria up tempo de Snowy Shawn, a música é pesada e intensa, Servants Of Dagon se escora no Black Sabbath dos anos setenta com alguns toques da NWOBHM, já Escape from Hell é um tema Metal up tempo na qual Sean Peck usa bastante sua sustentação vocal e crava uma grande performance.

The Baroness encerra o debut em grande estilo, densa, pesada, macabra e épica, a dupla Denner/Sherman brilha riffs, solos e arranjos acústicos espetaculares, bom gosto e inspiração.

Masters Of Evil é um trabalho muito agradável, Metal Tradicional muito bem feito, com grife e assinatura de duas lendas do gênero, o único senão fica para a produção que merecia maior capricho.


Masters Of Evil (2016)



A Banda

Sean Peck (Vocal)
Michael Denner (Guitarra)
Hank Sherman (Guitarra)
Marc Grabowsk (Baixo)
Snowy Shawn (Bateria)


Postar um comentário