25 de jul de 2016

Scorpion Child - Acid Roulette



Nota; 8,5

Sem pestanejar, Acid Roulette, segundo disco do Scorpion Child é um dos melhores  de 2016,  a banda demorou quase 3 anos para o sucessor do debut, mudou de formação nesse interim e deixou os fãs na expectativa do que viria, e afirmo sem pestanejar, tudo isso valeu a pena

A mescla de Rock Psicodélico, Hard Rock setentista e Heavy metal com riffs alá NWOBHM foi preservada, mas os texanos conseguem conciliar isso de forma muito competente, os riffs marcantes, combinado com uma voz potente e uma ótima levada de bateria e baixo poderosa chamam a atenção e mostram grande evolução dentro da proposta musical dos caras.

As estréias de Alec Caballero no Baixo, Jon Rice na bateria e Aaron John Vincent nos teclados (posição essa que não existia, pois havia uma segunda guitarra) adicionou uma boa dose de dinâmica nos arranjos, mostrando a direção que a banda pode seguir no futuro.

Impossível não curtir as pedradas She Sings, I Kill e Reapers Danse, que dão o pontapé inicia  seguida da excelente e cativante My Woman In Black com o melhor refrão do play, aqui a maturidade alcançada pela banda fica mais evidente.

Os vocais potentes de Aryn Jonathan Black se destacam na ótima e letárgica faixa título, que tem um belo solo de teclado, a proposta de Acid Roulette funciona no decorrer da audição, como em Twilight Coven e seu andamento marcado com bateria poderosa de Jon Rice fazendo um ode ao hard rock setentista. 

As guitarras de Jay Cowart falam alto em Blind Man's Shine amparado em um ótimo riff e uma cama de teclados ao fundo recheando o som e adicionando uma boa dose de psicodelia, a essa altura da da audição o jogo já está ganho, mas quando Moon Tension aparece, percebemos que eles ainda podem mais, outro grande momento para grudar em sua cabeça.

Se você procura uma banda da nova geração, ouça o Scorpio Child, Acid Roulette entrega o que promete, muita energia, competência e uma boa dose de saudosismo. Recomendo!

Acid Roulette (2016)




Aryn Jonathan Black  (Vocal) 
Christopher Jay Coward  (Guitarra e backing vocals)
Jon "The Charn" Rice  (Bateria)
Alec Caballero Padron (Baixo e backing vocals )
Aaron John "AJ" Vincent - (Teclados, Hammond e efeitos)


Postar um comentário