18 de fev de 2016

Dystopia - Megadeth



Nota: 8,5

Fico imaginando como é difícil para Dave Mustaine escrever um novo álbum para uma banda como o Megadeth, são mais de 30 anos de história, infindáveis clássicos e fãs ávidos por material novo e tão bom quanto os melhores momentos do passado, nessa trajetória encontramos de tudo, ou seja, discos imbatíves e material dispensável, e Dystopia chega para integrar a ala dos clássicos.


Kiko Loureiro (Angra) estreou na guitarra no lugar de Chris Broderick e Chris Adler (Lamb of God) pegou a vaga de Shawn Drover na bateria, com eles podemos dizer que Mustaine e Ellefson estão muito bem acompanhados.


Quando os primeiros acordes de The Threat Is Real são tocados notamos a diferença de postura da banda em relação ao mediano Super Collider (2013), é Megadeth, brutal, técnico e transpirando Heavy Metal, Kiko Loureiro brilha nos solos de Dystopia, a faixa titulo remete ao que a banda fez em Countdown To Extincion, e suas variações exploram diversas fases da banda, o duo Mustaine/Loureiro é bem forte.


Se em Endgame, Mustaine tinha atingido um novo patamar de qualidade, podemos notar que no novo disco voltamos a ouvir um Megadeth revigorado como no disco citado, Fatal Illusion é furiosa com  sua pegada alá Peace Sells e Death For Within explora a marcação forte da bateria de Adler e o baixo marcante de David Ellefson.

A confiança no novo time foi tão grande que Mustaine abriu espaço para composição para Kiko em três ótimas músicas, Post American World é soturna e orientada para um riff pesada e grooves marcantes, mais um grande trabalho da cozinha formada por Adler/Ellefson, Posionous Shadows tem partes em piano, passagens com harmonias diferentes do padrão e dedilhados de guitarra, claramente temos um toque de Loureiro aqui e ali, ótima música e Conquer Or Die! é uma faixa instrumental com uma overdose de guitarras.


Fecham o disco, Lying in State, The Emperor e o cover Foreign Policy (Fear), mostrando que o Megadeth se recupreou do escorregão que levou em Super Collider e conseguiu se reestruturar após a perda de dois membros. Dystopia é um dos melhores discos da extensa discografia da banda de Dave Mustaine e deixou os fãs orgulhosos!



Ouça No Spotify




A Banda

Dave Mustaine (Vocal e Guitarra)
Kiko Loureiro (Guitarra, Piano)
David Ellefson (Baixo)
Chris Adler (Bateria)
Postar um comentário